Receba nossas novidades:

| fauna e flora

Após 350 anos de agricultura - que reduziu as matas da Ilha de São Sebastião* à metade -, crises, isolamento e a criação do Parque Estadual de Ilhabela favoreceram a fantástica recuperação de boa parte da natureza degradada.
Com predomínio da Floresta Ombrófila Densa (de Terras Baixas, Submontanas, Montanas e Altomontanas) associada à Campos e Savanas de topos de morros, costões rochosos, restingas e mangues, mais de 85% da Ilha é coberta pela Mata Atlântica, um dos biomas tropicais mais ameaçados e de maior biodiversidade do planeta.
Sua flora apresenta inúmeras plantas raras e endêmicas e árvores centenárias gigantes, como a sapopema, o jequitibá, a aroeira, a figueira, o cedro, a peroba e o jatobá, algumas com mais de 40 metros.
Apenas as plantas fanerogâmicas, que possuem órgãos sexuais visíveis (flores), são mais de 640 espécies.
Ilhabela abriga 51 espécies de mamíferos, como a capivara, a paca, a cutia, o macaco-prego, o saruê, o caxinguelê, a cuíca-de-três-listras, o endêmico cururuá e as ameaçadas de extinção jaguatirica, lontra, gato-do-mato e morcego-vampiro.
Anfíbios são 41 espécies e répteis 39, algumas endêmicas.
Das 26 cobras, destacam-se a caninana, a jararaca, a jararacuçu e a coral.
Considerada Área Importante para a Conservação de Aves pela BirdLife International, Ilhabela possui mais de 300 aves registradas, incluindo tucanos, beija-flores e os ameaçados gavião-pega-macaco, papagaio-moleiro, araponga, macuco, falcão-de-barriga-laranja, jacutinga, curiango-ocelado e saíra-de-costa-preta. Dentre as aves marinhas migratórias, destaque para o pinguim-de-magalhães, o albatroz-de-nariz-amarelo, a procelária-de-bico-branco, as pardelas, os maçaricos e várias espécies de trinta-réis.
Sob as águas do mar, raias (prego, manteiga, chita e até manta), tubarões, cavalos-marinhos, lagostas, polvos, moreias, gorgônias, corais e as ameaçadas tartarugas de pente, cabeçuda, oliva, de couro e a verde (com até 1,40 m e 390 kg).
A região abriga uma das maiores concentrações de peixes endêmicos do país, incluindo 14 espécies da Mata Atlântica, de água doce.
Além de focas, lobos e leões marinhos viajantes, Ilhabela detém ainda um dos maiores índices de registro de cetáceos do Brasil. Entre baleias, botos e golfinhos, já foram vistas 17 espécies das 46 encontradas no país.

OBS: números das espécies levantados em 2011.

* Popularmente chamada de Ilhabela, a Ilha de São Sebastião é a maior ilha do Arquipélago de Ilhabela.

ABAIXO, AS PRINCIPAIS ESPÉCIES DA FAUNA E DA FLORA DE ILHABELA:

Viagens Ecológicas e Culturais é a primeira coleção com padrão internacional sobre pólos ecoturísticos brasileiros. Fruto de 25 meses de acurada pesquisa e árduo trabalho de campo, o volume Ilhabela representa o mais completo e preciso inventariado da oferta turística e das potencialidades deste arquipélago. Saiba Mais!

© 2009 - 2013. Viagens Ecológicas e Culturais - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do conteúdo deste site. Segurança e Privacidade

Desde 1995 em prol do Ecoturismo e das Atividades ao Ar Livre no Brasil Desenvolvido por PHOTOVERDE + Kaique Lupo

^ Voltar ao Topo